Notícias

Conheça mais o desempenho acústico da norma NBR 15575-3

21/01/2013

O piso, em função de seu uso, é o responsável por proporcionar o isolamento acústico dos edifícios habitacionais, tanto em unidades distintas, quanto em depedências de uma mesma unidade, destinadas ao repouso noturno, ao lazer doméstico e ao trabalho intelectual. 

Há critérios tanto para ruído de impacto em piso (ex: caminhada) como para ruído aéreo entre unidades (ex: som proveniente de aparelho de TV), onde o índice de ruído de fundo para o conforto acústico é determinado a partir do uso a que se destina a dependência da edificação, tomando por base funções externas regulares e normais, ou seja, que não infrinjam a legislação. 

O projeto para isolamento acústico de um piso considera as propriedades acústicas dos materiais,  componentes e elementos construtivos, de modo a assegurar o conforto acústico, em termos dos níveis de ruídos de fundo transmitidos via aérea e estrutural, bem como privacidade acústica assegurando a ininteligibilidade da comunicação verbal em ambientes adjacentes.

Símbolos da Norma

R - Índice de redução sonora

Rw - Índice de redução sonora ponderado
DnT - Diferença padronizada de nível
DnT,w - Diferença padronizada de nível ponderado
L’nT - Nível de pressão sonora de impacto padronizado
L’nT,w - Nível de pressão sonora de impacto padronizado ponderado

Ruído de impacto em piso

O edifício habitacional deve apresentar o nível de pressão sonora de impacto padronizado ponderado L’nT,w, proporcionado pelo entrepiso, menor que 80 decibéis.

O valor mínimo exigido (L\\\\\\\'nT,w < 80dB) corresponde a valores representativos de ensaios realizados em pisos de concreto maciço, com espessura de 10 cm a 12 cm, sem acabamento. Conforme procedimento especificado na ISO 717-2. 

Isolamento de ruído aéreo dos pisos
 

Diminuir a passagem de som, entre unidades habitacionais, resultante de ruídos de impacto (passos, queda de objetos, móveis sendo arrastados, entre outros).

As medições devem ser executadas com portas e janelas dos ambientes fechadas e deve atender ao Índice DnT,w ou ao Índice Rw, dependendo da realização do ensaio.
 Estes critérios, quando aplicados em campo, têm por base a diferença padronizada de nível ponderada DnT,w, ou seja, o número do isolamento de ruído aéreo em edificações, entre ambientes, de acordo com o procedimento especificado na ISO 717-1 e medições de acordo com o ISO 140-4 ou ISO 10052.

Estes critérios, quando aplicados em laboratório, têm por base o índice de redução sonora Rw  entre ambientes de acordo com o procedimento especificado no ISO 717-1, e medições de acordo com o ISO 140-3.
 

A escolha do método para obter a isolação sonora dever ser feita levando-se em conta as necessidades e características de cada método.
 

1. Método de precisão, realizado em laboratório, conforme o ISO 140-3: determina a isolação sonora de componentes construtivos. O resultado é aplicável a diferentes projetos;  
 

2. Método de engenharia, realizado em campo, conforme o ISO 140-4: determina, de forma rigorosa, a isolação sonora global entre ambientes, caracterizando de forma direta o comportamento acústico do sistema a ser avaliado. O resultado obtido se restringe somente a este sistema;
  

3. Método simplificado, realizado somente em campo, conforme o ISO 10052: permite obter uma estimativa do isolamento sonoro em situações onde não se dispõe de instrumentação necessária para medir o tempo de reverberação, ou quando as condições de ruído de fundo não permitem obter esse parâmetro. 

MaxxiManta DryWall comprova eficácia no isolamento acústico

09/01/2013

Realizado no final de 2012, laudo técnico da UCS comprova isolamento de 57 dB em paredes de gesso com a aplicação de MaxxiManta DryWall no formato em 40 mm. Faça o download do Manual de Instalação e conheça todas as vantagens deste produto, clique aqui.

MaxxiFoil Cume é sucesso na Construsul 2012

28/08/2012

A manta para cumeeira MaxxiFoil Cume foi um sucesso na feira Construsul 2012, que aconteceu na Fiergs - em Porto Alegre, de 01 a 04 de agosto de 2012.

Durante os dias da feira, diversos elogios sobre o produto foram realizados: “como é rápido e fácil de aplicar” ; “além de bloquear infiltrações na cumeeira protege com isolamento térmico, que bom!” ; “se molda no inverno e no verão”; “resistente e durável!”; “barato!”.

MVM ganha prêmio Destaque Gaúcho

20/08/2012

A Band RS presenteou a MVM Revestimentos como empresa DESTAQUE GAÚCHO EMPRESARIAL 2012. O prêmio, dado para empresas que se destacam na conquista de mercado e qualidade nos produtos, será entregue dia 24 de setembro de 2012.

Cerca de 30 empresários, entre eles: Lirio Parisoto (presidente da VIDEOLAR), Raul Randon (presidente da Randon SA), Paulo Bellini (presidente da MARCOPOLO), entre outros jornalistas e políticos, como Marco Maia e Beto Albuquerque, fazem parte da comissão julgadora que classificam as empresas gaúchas a receberem este troféu.

A MVM Revestimentos parabeniza todo o seu grupo de colaboradores por esta conquista.

Fonte: MVM Revestimentos
Convite enviado pela Band RS
Política Ambiental MVM Conheça o Projeto
Fone 51 3371 1047 Fax 51 3371 1017 Email comercial@mvmrevestimentos.com.br entre em contato
Endereço

Av das industrias nº 550

Bairro Itai, Zona Industrial

Eldorado do Sul/RS - 92.990-000

veja o mapa
Newsletter
© 2018 Todos os direitos reservados.